© Pando Lucas

CÁTIA PINHEIRO / ESTRUTURA – The Walk #2

LOULÉ
RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: 5 > 14 OUT 2018
CONVERSA ABERTA: A definir

LAGOS
RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: 15 > 24 OUT 2018
CONVERSA ABERTA: A definir

Cátia Pinheiro, artista nascida e residente no Porto, desloca-se em residência a Loulé e Lagos para a adaptação do seu projecto The Walk #2, um percurso áudio site-specific que se serve de uma cidade, e de pequenas ficções dela extraídas, para nos tentar conduzir numa viagem única e pessoal através da perspectiva individual de cada espectador. Este percurso pretende explorar as fronteiras entre interior e exterior, público e privado, individual e colectivo, ficção e realidade.
De forma a adaptar este projecto às realidades de cada cidade, a artista e a sua equipa desenvolvem uma residência de investigação em cada cidade para criar um conjunto de novos materiais dramatúrgicos, aproveitando as intersecções temáticas que cada local fornece, tais como objectos, histórias, sons, situações e ficções.
Com estas residências pretende-se encontrar e explorar as referidas intersecções temáticas dos diferentes espaços urbanos.

Após esse período de residência serão criados dois novos textos e efectuadas gravações de novos materiais áudio, trabalho este que culminará na edição de dois audiowalk únicos, criados para e a partir dos locais onde se inserem, e que serão apresentados nas duas cidades durante o festival de 2019.

No final de cada período de residência Cátia e sua equipa falam da experiência vivida e de como integram os elementos recolhidos nas suas próximas performances.


Criação e Locução: Cátia Pinheiro
Texto: Cátia Pinheiro & José Nunes
Sonoplastia e Edição Áudio: Vasco Rodrigues e Cátia Pinheiro
Produção Executiva: Tiago Jácome
Produção: Estrutura
Apoio: Ministério da Cultura – Direcção Geral das Artes
A Estrutura é uma companhia residente no Teatro Campo Alegre, no âmbito do programa Campo Aberto do Teatro Municipal do Porto

Cátia Pinheiro nasceu no Porto em 1980, fez formação em Teatro na ACE e foi bolseira do Centro Nacional de Cultura. Trabalhou como actriz com António Fonseca, Nuno Cardoso, Nuno Carinhas, Ana Luísa Guimarães, Nuno M. Cardoso, Mundo Perfeito, Philippe Quesne, Cão Solteiro, entre outros.
Enquanto criadora, co-criou os espectáculos Receita para me Ouvires (2006), A Festa (2008), Geopolítica do Caos (2009), WTF? (2010), Wanted (2015), Uma Gaivota (2016), Geocide (2017), The End (2017) e M’18 (2018) e os projectos transdisciplinares The Walk (2013 / 2014) e Display (2014).
Dirigiu os grupos universitários GTN e Projecto Teatral FEUP. Para além da concepção plástica dos seus projectos, criou a instalação Terceira Via para o espectáculo de Rogério Nuno Costa (2013). Foi membro fundador da companhia Caixa Negra – Teatro e Performance (1999).
É co-directora artística da Estrutura, que fundou em 2009, juntamente com José Nunes.

A ESTRUTURA foi fundada em 2009 por Cátia Pinheiro e José Nunes e tem desenvolvido a criação e produção de espectáculos de teatro e actividades de formação que dialogam com a realidade do pensamento contemporâneo, promovendo a experimentação artística e a lógica colaborativa. No seu percurso, destacam-se as últimas criações Uma Gaivota (2016), Geocide (2017), The End (2017), o programa de formação Recurso (2018) e M’18 (2018). Colaborou com instituições como o Teatro Municipal do Porto, S.Luiz Teatro Municipal, Teatro Nacional Dona Maria II, Centro Cultural Vila Flor, entre outros.