© Afonso Sousa

RAQUEL ANDRÉ – Colecção de Artistas

CO-PRODUÇÃO

Cine-Teatro Louletano / Sáb 19 OUT 21h30
Espectáculo legendado em EN / Conversa pós-espectáculo com os artistas

TEATRO / 60' / M12 / 5€ - COMPRAR

É possível, através de um momento de criação de um artista, ter acesso ao artista? Ter acesso à sua história?
Colecção de Artistas é o terceiro movimento da Colecção de Pessoas. Na Colecção de Amantes, Raquel André utiliza a fotografia, nos Coleccionadores, o vídeo, nos Artistas propõe usar o seu corpo como arquivo.

Colecção de Artistas é uma colecção que se ocupa de cada artista, das suas práticas e ferramentas de trabalho, bem como dos seus pensamentos e biografias. Ao coleccionar artistas, Raquel navega sobre real e ficção, fantasia e impossibilidade, o quotidiano e a vida artística, procurando coleccionar o efémero, e transformá-lo em algo concreto e possível, através de um meio artístico e poético.
Até Setembro de 2019, Raquel coleccionou artistas em Bergen, Faro, Varsóvia, Salzburgo, Cincinnati, Nova Iorque, Loulé, Berlim, Orleães, Lisboa e Porto.
No Verão Azul é possível ver também a Colecção de Amantes.


Criação: António Pedro Lopes, Bernardo de Almeida e Raquel André
Produção: Missanga
Cenário: Jozef Wouters
Música: Odete
Desenho de Luz: Carin Geada
Figurino: José António Tenente
Colaboração Artística: Joana Brito Silva
Apoio Financeiro ao Projeto: República Portuguesa – Cultura / DGArtes
Co-produção: Teatro Nacional D.Maria II, BIT Teatergarasjen (NOR), Contemporary Art Center Cincinnati (EUA), Tanzfabrik (GER), Cialou/Mysl Foundation (POL), casaBranca – Festival Verão Azul / Cine-Teatro Louletano, O Espaço do Tempo e FITEI
Residências Artísticas: BIT Teatergarasjen, Tanzfabrik, Cialou / Mysl Foundation, Cine-Teatro Louletano, Teatro das Figuras – Faro, O Espaço do Tempo, FITEI, SZENE (AT), Contemporary Art Center Cincinnati, CDN Orleáns (FR), Chocolate Factory Theater (EUA)
Apoio Financeiro às Residências nos EUA: FLAD – Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento
Apoio: apap – Performing Europe 2020, no âmbito do programa Europa Criativa da União Europeia.

Raquel André nasceu em Caneças em 1986.
Um dia pegou numa caixa de papelão cheia de cartas escritas à mão, correspondência de uma família nos anos 70, 80 e 90 e daí criou o seu primeiro trabalho autoral em 2009. Desde então que se tem interessado pelo coleccionismo, especialmente pelo Coleccionismo nas Artes Performativas, tendo sido a sua dissertação de Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro.O Brasil revelou-se um período de crescimento profissional e artístico enorme que lhe trouxe novas perspectivas e amadurecimento que inevitavelmente influenciaram o seu trabalho.
É licenciada pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa, estudou e aproximou-se de vários artistas portugueses de diversas linguagens artísticas. Apresentou as suas criações em Portugal, Espanha, Polónia, Alemanha, Bélgica, Cuba, Argentina, Brasil, Noruega, EUA e Itália.
Desde 2018 que orienta uma oficina de criação teatral para jovens adolescentes no Teatro Nacional D. Maria II.