© Tom Callemin

SILKE HUYSMANS & HANNES DEREERE – Mining Stories

ESTREIA NACIONAL

Cine-Teatro Louletano / Qui 17 OUT 21h30

Espectáculo em PT, EN e NL / Legendado em EN
Conversa pós-espectáculo com os artistas
Apoio: Flanders State of The Arts

TEATRO / 60' / M16 / 5€ - COMPRAR

No dia 5 de Novembro de 2015, uma barragem que continha resíduos tóxicos cedeu em Minas Gerais, a região mineira do Brasil. Uma inundação de lama devastadora destruiu várias aldeias antes de desaguar no longo Rio Doce.
Numa região em que três em cada quatro pessoas trabalham na indústria mineira, o desastre operou uma completa tábua rasa.

Silke Huysmans cresceu em Minas Gerais, a alguns quilómetros do lugar onde ocorreu o desastre. Vinte anos depois, regressou ao Brasil pela primeira vez com Hannes Dereere com o objectivo de falar com pessoas afectadas pelo incidente. De volta à Europa, alargaram a sua visão sobre o evento através de entrevistas com, entre outros, o economista Paul De Grauwe e o neurologista Luc Crevits. Cada um deles conta a história do desastre a partir do seu próprio contexto, com as suas próprias nuances e pontos de interesse.

A performance de teatro documental Mining Stories não é uma história de detectives ou uma reconstrução do desastre, mas uma viagem intrigante através de uma colecção diversa de histórias pessoais que cruzam tópicos como memória, política, religião e a narração de histórias.


Apoio Técnico: Christoph Donse
Cenografia: Frédéric Aelterman & Luc Cools
Transcrições Portuguesas: Luanda Casella & Miguel Cipriano
Produção: Kunstenwerkplaats Pianofabriek & Bâtard Festival
Produção Executiva: CAMPO
Co-Produção: Noorderzon Festival & KAAP Creative Compass
Residências: Veem House For Performance, CAMPO, CC De Grote Post, KAAP Creative Compass, Grand Theatre Groningen, Kunstenwerkplaats Pianofabriek & Vooruit Arts Centre
Apoios: Vlaamse Gemeenschapscommissie & Sabam For Culture and Flanders State of the Arts
Agradecimentos: a todos os parceiros interlocutores

O trabalho dos jovens criadores Silke Huysmans e Hannes Dereere (Bruxelas, Bélgica) parte de situações, acontecimentos ou lugares concretos, que traduzem assuntos mais vastos. O que os caracteriza é a forma como pesquisam os seus projectos através de investigação científica, entrevistas e trabalho de campo. Mining Stories (2016) ganhou o Prémio Zürcher Theater Spektakel Patronage de 2018.