© Mar Merino & Chez Raton

ZA! / EDUARD POU e PAU RODRÍGUEZ – Cantos de Trabalho Impossíveis

Concerto - Percurso exterior com término no Teatro das Figuras, Faro *
Sáb 20 NOV 21h00

Concerto - Percurso / 60'- 90' / M6
ENTRADA LIVRE sujeita a reserva
40% Música / 30% Caminhada / 30% Diversão

* Início do Percurso – Ponto de encontro AQUI.

Um traço comum une as transformações surgidas nos últimos 60 anos no Algarve e na Costa Brava ou em Barcelona, de onde vêm os ZA!: a actividade económica passou a estar centrada no turismo, na hotelaria e nos serviços e o ambiente natural sofreu uma crise de sustentabilidade devido à sua sobre-exploração.

Esta transformação radical é um dos focos principais deste projecto desenvolvido por Eduard Pou e Pau Rodríguez (ZA!). Eles propõem um espectáculo-percurso baseado em canções de trabalho novas e impossíveis, associadas às profissões de hoje, actualizando o repertório tradicional das canções de trabalho algarvias centradas na agricultura e na pesca.

A partir do diálogo com a estrutura tradicional das canções de trabalho, que costumam ser canções rítmicas cantadas a cappella por quem realiza tarefas físicas e repetitivas, seja para se sincronizar com os outros, para combater o tédio, para levantar o ânimo ou, simplesmente, para não se sentir sozinho, os ZA! vão procurar melodias e ritmos que possam acompanhar – numa dimensão paralela – novos lugares, novos gestos, novos trabalhos e novas realidades sociais. O resultado é uma obra etno-musicológica feita através da experimentação e do humor.

Para a construção destas novas canções de trabalho retro-futuristas os ZA! utilizaram múltiplas abordagens: investigaram as experiências actuais dos trabalhadores, explorando a sua conexão com a música, os seus gestos quotidianos e o seu imaginário; estudaram a sua estrutura e as suas funções e, no âmbito da sua residência no Verão Azul, envolveram cantores e improvisadores algarvios que integrarão o espectáculo.

Uma entre as muitas facetas do trabalho deste dueto catalão é a mistura de experimentação com elementos da cultura popular e folclórica. No seu último projecto, ZA! & la TransMegaCobla, criaram um imaginário de música tradicional mediterrânica retro-futurista para reivindicar o mar Mediterrâneo como um núcleo e um ponto de encontro, e não como uma fronteira (política / cultural / económica). Em Portugal, os ZA! têm trabalhado também nesta área, apresentando espectáculos com o Rancho Folclórico de Ramalde, com a confraria de pescadores e a escola de música de Rabo de Peixe (Açores), ou com grupos de músicos de Lagos, Faro e São Miguel.

Em Faro estas canções serão apresentadas num espectáculo-percurso que decorrerá a pé por diferentes locais de trabalho contemporâneos, do hotel ao centro comercial, e terminará no Teatro das Figuras.


Criação: ZA!
Interpretação: ZA! e intérpretes locais
Uma encomenda: Festival Verão Azul
Co-Produção: Teatro das Figuras


Eduard Pou é músico, jornalista e guionista. Pau Rodríguez é psicólogo, psicoterapeuta e músico. Juntos são ZA!, dupla catalã envolvida em música experimental, comunidade, pedagogia musical e activismo underground, desde 2004. Realizaram mais de 700 espectáculos em todos os continentes, seja como dupla ou em colaboração com outros artistas de várias disciplinas. Pou & Rodríguez são os fundadores do colectivo de improvisação El Caballo Ganador e ensinam improvisação conduzida a crianças, artistas amadores ou profissionais.

Os ZA! têm vindo a auto-lançar as suas produções através da Gandula, uma comunidade de bandas europeias independentes que trabalham sob o espírito Do-It-Together. Foram premiados com o Premi Ciutat de Barcelona, categoria Música – 2015, pelo seu trabalho pedagógico e pelo seu espírito DIY (Do It Yourself – faça você mesmo), – e Dança – 2016, pela sua peça multidisciplinar Afasians, com LosCorderos-sc.